Seguidores

sábado, 19 de janeiro de 2013

GAROTA DE PROGRAMA


Imagem do Google. Clique na imagem para ir ao Blog.



Transando com todo o mundo
Fez do sexo seu lazer,
No rosto só tem sorriso,
Na vida só tem prazer;

Escrava da luxúria,
Musa da perdição,
Mulher de muitos maridos,
Não tem dono seu coração;

A bebida é seu refúgio,
O seu lar é o bordel,
Estrela de brilho intenso,
Mais do mundo que do céu.

Por detrás da maquiagem
Um sorriso artificial,
Dentro dum traje minúsculo
Um corpo lindo e sensual.

Mas, será esse seu sonho
Ou será o seu destino,
Trocar amor por dinheiro,
Pelo prazer repentino?

Será que existe lugar
Para um sonho de amor,
Num coração que sempre arde
No mais gelado calor?

Tragada por esse submundo,
Marcada na sociedade,
A garota de programa
Não tem nome nem idade.

É qualquer uma, é qualquer coisa,
É objeto de prazer,
Só seu corpo tem valor
Não vale nada o seu ser.

Até ela mesma pensa
Que é apenas um objeto,
Seu viver é abstrato
Só seu corpo é concreto.

Sendo amante profissional
Contorna qualquer situação,
Sempre sabe o que quer
Mas nunca pode dizer não.

Nem sempre o seu cliente
É o homem que espera,
Mas o que importa é o dinheiro,
Mais nada ela considera.

Às vezes apanha na cama
Onde deveria ser amada
E pra não perder o cliente
Não pode reclamar de nada,

Pois, faz parte da profissão
Realizar qualquer fantasia,
Sem deixar fugir do rosto
O ícone da alegria.

Nesse seu louco caminho
Tem mais espinho do que flor,
Finge ser muito feliz
Mas se contorce de dor.

Seu sonho é um pesadelo,
Sua vida é uma desgraça,
Seu lar é um curral imundo
Regado com droga e cachaça.

Mas, por detrás de tudo isso
Sei que tem um coração,
Carente, pedindo amor,
Carinho e compreensão.

Mas, quem olha para o seu rosto
Só vê seu lado vulgar,
Não encontra naquele ser
Capacidade de amar,

Não dá o real valor
Que o ser humano possui,
Ignora o seu sofrer,
Discrimina, humilha, exclui...

É fácil julgar alguém
Quando somos seres normais!
Diante da sociedade
Nossos erros são banais,

Mas, a garota de programa
Seu erro ninguém encobre,
Se bem que, seu maior erro
Realmente foi nascer pobre

Dentro de uma sociedade
Que só dá valor ao dinheiro,
Eu quereria ter orgulho,
Mas, me envergonho de ser brasileiro.

Este poema faz parte do meu livro "Vaias e aplausos".

16 comentários:

  1. Bom dia, querido amigo.

    Nossa...
    Adorei!!

    Lindo e triste. Muito triste...

    Desejo-lhe um 2013 cheio de abençoadas realizações.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá como vai , vim agradecer sua visita e conhecer o seu blog , também já estou te seguindo , este poema é bem interessante e verdadeiro , até mais

    ResponderExcluir
  3. OI TUDO BEM !!
    OI ADOREI SEU BLOG , SE DER E QUISER CLICAR NO G+ . MEU BLOG É :- http://brechodosul.blogspot.com.br , VAI DAR UMA OLHADINHA SERÁ UM PRAZER EM RECEBER . JÁ ESTOU TE SEGUINDO E SERA UM PRAZER SE ME SEGUIR MUITO BOM SEU BLOG PARABÉNS !!

    OBRIGADA AGUARDO SUA GENTILEZA

    MARCIA REGINA - DESCULPE-ME A LETRA GRANDE MAS SOU DEFICIENTE ESPECIAL.

    ResponderExcluir
  4. Marcos, você descreveu com sentimento humano a vida de garota de programa quando muitos homens a descreve com sentimento e instinto animal.
    É pena que isso é fato!
    Mas vendo pelo lado crítico e sabendo que nesta vida pra tudo temos opções e vontades e podemos ser perseverantes, muitas delas ficam por puro comodismo e preguiça de trabalhar...
    Parabéns pelo texto tão bem elaborado!
    E não pense que sou indiferente à elas, faria tudo pra ajudar uma, se pedisse a minha ajuda.
    Um beijo meu querido amigo de perto.
    Ivany

    ResponderExcluir
  5. Olá passei para conhecer seu blog,e deparei com um belo texto!
    Maravilhoso parabéns bjus.

    ResponderExcluir
  6. Bom dia meu querido e mais novo amigo..Espero que goste do que escrevo e fique sempre muito a vontade para voltar.

    Sabe Marcos fizeste com tuas letras muito bem feitas um texto que bate de opinião a opinião.
    Não sei amigo como se pode colocar este fato ou opção entre homens e mulheres de vida fácil ,como uma profissão..é o mesmo que falar que é correto mulher casar com mulher e homem com homem..mais que fato desagradável!
    Marcos na vida se ganha ou se perde..De certeza que estas pessoas não são dignas nem de pena..veja bem a minha colocação não é de julgamento pois que sou EU !!!!Apenas as pessoas ou são dignas ou não.
    O fato do comodismo deste tipo de gente é algo que infelizmente fere a uma sociedade hipócrita e um sistema repugnante..
    Isto sempre existiu e sempre existirá porque as pessoas se cercam de maus costumes e ignoram a ridiculariadade de seus próprios atos.
    Emprego não falta a ninguém,ser pobre não é defeito,defeito é levar a leviandade ao extremo da vergonha desprezando a vida e a saúde do corpo e da alma...

    Não sou religiosa e nem falo por religião alguma..Mais tudo isto é falta de TEMOR ao que nos criou..Que o nosso Pai Eterno tenha misericórdia desta gente que não tem lugar em lugar algum. Porque gostam do que fazem e se algumas choram suas próprias incapacidade é hipócrita!

    ResponderExcluir
  7. Um lindo fm de semana para ti e continua com esta força bonita que tens..A escrita

    Um grande abraço fraterno

    Rachel Omena

    ResponderExcluir
  8. ¨`*• (¨`•.•´¨) ♡ .•*
    Bom dia de sábado!!

    O merecimento por ter um Blog tão bonito
    é bem gratificante, e receber elogios dos
    amigos seguidores é uma vitória
    Por isso deixo um abraço e agradeço
    sua presença sempre marcante no meu Cantinho
    esse poema é bem profundo retrata
    bem a vida dessas mulheres
    Um lindo final de semana
    Bjuss
    Rita!!!!
    ¨`*• (¨`•.•´¨) ♡ .•*

    ResponderExcluir

  9. Oi Marcos!

    Não que ser pobre necessariamente a mulher tenha que ser garota de programa.
    Mas o que fazer?
    Muitas escolhem esse caminho por acharem que o dinheiro vem mais fácil
    Que de fácil não tem nada.
    Sei que muitas escolhas estão relacionada a pobreza, mesmo que seja apenas na cabeça das pessoas.

    Mas vc bem descreveu no seu magnifico texto aquelas a quem vivem no mundo da prostituição, por escolha, ou por opção.

    Olha, te agradeço pela visita e comentário.

    Obrigada thá?

    ResponderExcluir
  10. Grande Bicho do Mato,

    Cara parabéns por seu lindo poema, fazia um tempo que eu não passava por aqui, aliás nem acessava a internet. Tive que viajar a Maués, lugar de belas praias, e fiquei por lá deslumbrado com a beleza.

    Caro amigo, obrigado pela visita e pela lembrança.

    Tenha um excelente 2013 na paz de JESUS nosso SENHOR.

    Ronildo,

    PS: O seu poema fala a alma, consegue transmitir com toda a delicadeza o rude e amargo sofrer do viver de bordeis e luxúria. Mais uma vez, parabéns meu amigo!

    ResponderExcluir
  11. Meu querido amigo Bicho do Mato, venho lhe avisar que o meu blog (O Som das Palavras) será excluído,mas estarei publicando meus poemas no Blog http://cronica-do-amor.blogspot.com.br/2013/01/e-eu-sou-estranha-as-vezes-eu-gosto-de.html?spref=fb Se você poder dá uma olhada e me falar o que achou, eu iria gostar muito!!

    Ass: Sua amiga Késia

    ResponderExcluir
  12. num mundo de aparencias,
    teu poema toca a alma!

    um abraço.

    ResponderExcluir
  13. É a primeira vez, que visualizo seu blog.
    Estive, também lendo seu perfil, pra enquadrar você naquilo que escreve.
    Acho que é um homem de muita sensibilidade.

    Esse seu poema sobre prostituição, é deveras confrangedor, mas muito realista.
    São imensas as causas da mais velha profissão do mundo, mas a pobreza é talvez, a predominante.

    Tenha um bom domingo.
    Em Lisboa, está frio e muita chuva.

    Um abraço da Luz.

    ResponderExcluir
  14. Revisitando!


    abração!

    ResponderExcluir
  15. Aqui esta um grande problema social e humano, infelismente a sexualidade é pouco compreendida pel bicho gente, e mais infelismente ainda o respeito é algo pequenino para a classe humana, lastimavel a condição a que se chega texto mas é uma realidade de muitos desentendidos de si neste conceito social humanamente desumano a cada dia mais.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir

Seu comentário é o combustível da minha inspiração